Maria Montessori

Maria Montessori foi a idealizadora do método educativo que leva seu nome. Iniciou sua trajetória de estudo trabalhando com crianças com deficiências mentais, em um primeiro momento do ponto de vista da medicina. Com o decorrer do tempo e com suas observações, percebe que aquelas crianças precisavam mais de educação do que de cuidados médicos.

Desta forma, desenvolve seu próprio material concreto para auxiliar as crianças com necessidades especiais a se desenvolverem. Após 2 anos de uso continuo do material, submete seus alunos com deficiência à testes padronizados aplicados a todas as crianças. Esses alunos obtém melhor êxito do que os alunos sem deficiência.

Percebe então que desenvolveu um método de sucesso e este poderia trazer muitos benefícios para todas as crianças!

Surge então a primeira Casa Dei Bambini e logo seu método se dissemina por todo o país e posteriormente pelo mundo.

 

Confira sua jornada durante seus 82 anos de vida dedicada ao desenvolvimento e enaltecimento da infância:

 

1870 - nasce Maria Montessori, na cidade de Chiaravalle, Itália.

 

1875 - sua família muda-se para Roma onde passa toda sua infância.

 

1892 - torna-se a primeira mulher italiana a frequentar a Faculdade de Medicina;

 

1896 - concluiu o curso superior na Universidade de Roma, com tese na área de psiquiatria, tornando-se a primeira mulher italiana a se formar nessa profissão;

 

1897 – passa a se interessar em trabalhar com crianças deficientes que eram consideradas loucas e ficavam reclusas;

 

1898 - nomeada co-diretora da Escola Ortofrênica de Roma, de crianças com deficiências mentais;

 

1899 – é nomeada médica interna do hospital San Giovanni e rege a cadeira de Antropologia Pedagógica e Higiene do Instituto Superior de Magistério Feminino em Roma. Nasce seu filho Mário Montessori;     

 

1904 - torna-se livre-docente pela Universidade de Roma e obtém uma cadeira no Departamento de Antropologia. Neste mesmo período, trabalha na educação de crianças, em uma creche para filhos de operários no bairro de San Lorenzo, em Roma;

 

1907 - inaugurada a primeira “Casa dei Bambini” (Casa das Crianças);

 

1909 - publica O método da pedagogia científica, obra que torna seu trabalho conhecido internacionalmente, conhecido como o Método de Montessori;

 

1910 - publicado mais dois livros: Antropologia Científica e Antropologia Pedagógica;

 

1911 - abandona o trabalho como médica. É neste momento que muitas escolas públicas italianas e suíças passam a adotar o seu método;

 

1912 – visita pela primeira vez os Estados Unidos da América;

 

1913 – visita os EUA e mais de cem escolas adotam seu método. Funda-se a American Montessori Society e Alexander Graham Bell, o inventor do telefone, é eleito seu presidente; Margareth Wilson, filha do presidente da republica é eleita secretária honorário e Maria Montessori primeiro membro honorário da entidade, cuja finalidade é promover e desenvolver o movimento educacional baseado nas suas ideias e teorias. Entre outras personalidades encontram-se Thomas Edson, Helen Keller e John Dewey, que dedicam seu apoio e sua presença à instituição;

 

1914 – publica seu livro sobre a opressão espiritual da criança – Manual da doutore Montessori;

 

Entre 1915 e 1916 - visita novamente os EUA, onde apresenta suas ideias na Panamá-Pacific International Exhibition (São Francisco) e promove um curso de formação de professores em Los Angeles e, posteriormente, em Barcelona, na Espanha;

 

1917 – recebe uma carta de Freud: “Eu fiquei muito emocionado quando recebi uma carta sua. Como qualquer um que lide com os estudos da psique da criança, eu estou muito sensibilizado com seus esforços, os quais mostram amor e também conhecimento do homem, e minha filha, que é uma analista pedagógica, considera-se uma de suas seguidoras. Eu ficarei muito envaidecido ao assinar meu nome perto do seu para apelarmos para a fundação de um pequeno instituto planejado por Mr. Schaxl. A posição que meu nome pode repercutir na opinião pública, pode ser poderosa pelo brilho que vem de você. Sinceramente, Freud.”

 

1918 – recebe uma benção do Papa Benedictum XV, com benção apostólica, desejando bons resultados ao Método de pedagogia científica;

 

1919 - durante as aulas e cursos para professores em Londres, apresenta materiais pedagógicos específicos para crianças entre 6 e 11 anos;

1922 - nomeada inspetora das escolas italianas;

1924 - Montessori encontra-se com o ditador fascista Benito Mussolini, que concorda em dar suporte para as escolas montessorianas.

 

1930 – inaugura-se um curso em Roma, no qual Montessori encontra-se com Mahatma Gandhi, grande admirador seu que mais tarde receberá carta de seu líder indiano;

 

1931 - as escolas são fechadas pelo governo por se recusarem a apoiar o regime fascista. Por isso, Maria Montessori deixa a Itália e se estabelece na Espanha;

 

1936 - muda-se para a Inglaterra, durante a Guerra Civil Espanhola;

 

1938 - inaugura na Holanda um centro para treinamento de professores;

 

1939 - Maria Montessori e seu filho Mário vão para a Índia, fugindo da guerra; Mario é detido pelas autoridades da Índia (então colônia britânica), pois, sendo italiano, era considerado inimigo de guerra. Montessori, porém, tem autorização para viajar e lecionar. 1946 - retornam para a Holanda e, em seguida, vai para a Inglaterra;

 

1941 – publica o livro A criança;

 

1949 - publica sua obra Mente absorvente;

 

1950 - lança A formação do homem, Para educar o potencial humano e O que você precisa saber sobre seu filho;

 

1952 - Morre em Noordwijk aan Zee, Holanda, vítima de uma hemorragia cerebral.

Rua José Mesquita Sobrinho, 88 - Jardim Vergueiro -  Sorocaba, SP

  • Black Facebook Icon

Escola Montessori Semear

  • Black Instagram Icon

Escolamontessorisemear

(15) 3326.4055 

(15) 3342.0141 

(15) 97403-9648